Enterasys lança nova solução de rede para centros de dados

Publicado em 27/06/2013 00:06 em Empresas

A Enterasys Networks apresentou hoje o «OneFabric Data Center», uma solução de rede para centros de dados que, segundo o director-geral em Portugal, Paulo Lopes oferece a solução mais inteligente da actualidade para centros de dados.

Em encontro com a imprensa, Paulo Lopes garantiu que esta solução torna muito fácil gerir os centros de dados.

Gonçalo Tavares, director técnico da Enterasys Portugal, indicou que a OneFabric Data Center tem três componentes de infra-estrutura e uma de gestão, o Control Center.

A solução hoje apresentada pela multinacional inclui hardware, nomeadamente novos «switches» com 48 portas a 40 gigabytes ou 264 portas a 10 gigabytes, e software que oferece uma maior facilidade de controlo, visibilidade e automação da rede.

O director técnico admitiu que no próximo ano a empresa poderá vir a disponibilizar «switches» com portas de 100 gigabytes.

Gonçalo Tavares sublinhou que esta solução suporta software para centros de dados de diferentes fabricantes, como o VMWare, Citrix e Microsoft, e permite integrar máquinas virtuais de diferentes fabricantes.

Acrescentou que os centros de dados têm grande complexidade, com uma densidade cada vez mais elevada de portas, convergência de redes, demasiadas ferramentas não integradas e problemas de organização entre a rede de armazenamento e servidores e o «OneFabric Data Center» consegue integrar todas as estruturas.

Gonçalo Tavares indicou que 86% dos centros de dados enfrentam problemas de gestão de processos de integração muito complexos, 73% têm custos imprevistos devido à virtualização, 72% precisam de integrar operações de rede, servidores e armazenamento, e 63% ainda precisam de ultrapassar desafios de experiência de utilizador e a solução da Enterasys Networks responde àqueles problemas.

Paulo Lopes indicou que a Enterasys Networks tem clientes em Portugal desde 1995 e está presente desde Agosto de 2000 directamente no país, onde tem sete trabalhadores, que prestam também serviços para toda a região EMEA (Europa, Médio Oriente e África).

Precisou que a companhia tem como principais mercados a administração pública, saúde, educação, hotelaria e «utilities» e conta entre os seus maiores clientes em Portugal a ANA - Aeroportos e Navegação Aérea, o Banco Espírito Santo e a Portugal Telecom.

Ainda sem comentários