Cabovisão quer segundo lugar mercado telecomunicações

Publicado em 20/06/2013 00:20 em Operadores / Serviços

A empresa de televisão por cabo Cabovisão, tem como objectivo alcançar o segundo lugar no mercado português de telecomunicações num prazo de três a cinco anos, afirmou hoje o director-geral da companhia, João Zúquete.

Em encontro com a imprensa para apresentar a OneBox, a primeira em Portugal que integra numa única caixa o «router», «set-top-box», disco rígido e leitor de «Blu-ray» 3D (opcional), João Zúquete indicou que a Cabovisão prevê investir 150 milhões de euros no reforço da sua presença no mercado português e expandir a rede para zonas adjacentes às áreas onde já dispõe de rede.

O director-geral da Cabovisão destacou as sinergias que é possível obter com o operador de telecomunicações Oni, especializado em comunicações empresariais e que dispõe de um centro de dados.

A Oni foi recentemente comprada pela companhia luxemburguesa Altice (que detém 100% do capital da Cabovisão).

Zúquete adiantou que a Cabovisão e a Oni se mantêm como empresas juridicamente independentes.

João Zúquete indicou que até ao fim do ano em curso a Cabovisão pretende passar a ter oferta de serviços de comunicações móveis em Portugal.

Alexandre Fonseca, administrador para a área tecnológica (CTO) da Cabovisão, salientou que a empresa, a operar em Portugal há duas décadas, tem 905 mil casas cabladas em mais de 60 municípios e 220 freguesias, mais de 13 mil quilómetros de rede própria, híbrida de fibra óptica e cabo coaxial, 250 mil clientes de televisão paga (com 150 canais de televisão, dos quais 25 HD e um 3D, e 30 de rádio) e 150 mil clientes de Internet de banda larga, com velocidades até 360 megabits por segundo.

Acrescentou que a companhia tem 250 mil linhas de telefones fixos.

O CTO indicou que a Cabovisão fez investimentos tecnológicos de 170 milhões de euros nos últimos sete anos e é o terceiro maior operador nacional de comunicações fixas, com 8% de quota de mercado.

Os responsáveis da companhia sublinharam que a Cabovisão foi o primeiro operador a lançar serviços «triple play» (televisão, Internet e telefone) em Portugal, sendo o único durante alguns anos, disponibilizou a primeira set-top-box com disco rígido em 2008 e lançou os primeiros canais HD em 2009, indicando que a empresa pretende retomar a iniciativa no plano tecnológico.

Indicaram que a empresa vai lançar nos próximos dias novas funcionalidades de televisão e pretende reestruturar em breve a sua oferta de serviços.

Alexandre Fonseca destacou que a OneBox á a primeira a disponibilizar numa caixa única serviços de televisão, Internet e telefone, que pode incluir leitos de «Blu-ray» (facilmente instalável pelo cliente) e tem opção por disco rígido de 160 a 500 gigabytes (Gb), também facilmente substituível pelo utilizador.

Acrescentou que a OneBox vem equipada com processador Intel e em breve terá um novo processador Intel mais rápido.

O CTO da empresa indicou que a Cabovisão é a única a apresentar um comando de dupla face, que tem numa face um teclado físico QWERTY.

O director-geral revelou que a Cabovisão facturou 120 milhões de euros em 2012 e emprega 246 trabalhadores, número que se eleva a seis centenas considerando também os postos de trabalho indirectos.

Ainda sem comentários