Volume de negócios do grupo Compta cresceu 2,6% no I trimestre

Publicado em 02/06/2013 17:57 em Geral

O volume de negócios do grupo tecnológico português Compta cresceu 2,6% no primeiro trimestre de 2013, para 7,75 milhões de euros, revelou a empresa.

Em comunicado de resultados publicado sexta-feira no sítio da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo indica que registou prejuízos de 47 mil euros, uma clara melhoria face aos resultados líquidos negativos de 190 mil euros no primeiro trimestre do ano passado.

A Compta apresentou lucros operacionais de 93 mil euros nos três primeiros meses do ano em curso, o triplo do obtido em igual período de 2012.

O grupo anunciou que os seus capitais próprios são negativos em 2,56 milhões de euros, situação geralmente classificada como falência técnica, o que não quer dizer que uma sociedade ou grupo esteja insolvente (sem capacidade para cumprir os seus compromissos), mas que o seu passivo é superior ao montante em que estão valorizados os seus activos.

A administração do grupo salienta que «a evolução fortemente recessiva que caracterizou a conjuntura económica nos últimos exercícios» vem «determinando a actividade do grupo».

Para o conjunto do ano 2013, o grupo prevê que a conjuntura económica continue a impactar negativamente a sua actividade, mas sublinha que foram tomadas medidas do ponto de vista da racionalização e flexibilização da organização para atenuar esse efeito.

Acrescenta que as perspectivas de crescimento do grupo em 2013 passam essencialmente pela actividade noutras geografias, nomeadamente em Angola e Cabo Verde, onde já operava, e no Brasil, onde conseguiu fechar os primeiros contratos no primeiro trimestre de 2013.

Ainda sem comentários