Quatro em cinco clientes móveis estarão em 2017 nos países emergentes

Quatro em cinco clientes móveis estarão em 2017 nos países emergentesPublicado em 11/03/2013 01:03 em Geral

Quatro em cada cinco clientes de serviços móveis estarão nos países em desenvolvimento em 2017, devendo a base mundial de clientes dos operadores móveis atingir 8,9 mil milhões, prevê a Strategy Analytics.

Aquela consultora e analista de mercados prevê que entre 2012 e 2017 o número de clientes de serviços móveis cresça a uma taxa anual composta de 7,5% nos países em desenvolvimento, a um ritmo quase três vezes maior do que o dos mercados desenvolvidos (2,8%).

A Strategy Analytics admite que as receitas dos operadores móveis abrandarão para um crescimento mundial de 2% nos próximos cinco anos, o que tornará alguns mercados com potencialidade para crescimentos bastante superiores atractivos para grupos internacionais de operadores móveis.

Tom Elliot, director da Strategy Analytics para os mercados emergentes, assinala que o Banco Africano para o Desenvolvimento estimou que em 2010 as camadas médias em África abrangiam 350 milhões de pessoas, muito acima dos 220 milhões de 2000.

Observa que, embora os níveis de rendimento estejam muito distantes dos que têm as camadas médias dos países desenvolvidos, aquele acréscimo cria oportunidades para os fornecedores de serviços de comunicações móveis.

«Claro que há ainda muita procura de produtos e serviços básicos, mas a crescente camada média está a começar a procurar em maior extensão serviços de dados numa larga gama de smartphones, telefones tradicionais de gama alta e tablets», observa Elliot.

A Strategy Analytics salienta que na última década os mercados emergentes já foram os principais responsáveis pelo aumento das subscrições de serviços móveis e estima que por inícios de 2014 haja mais subscrições daqueles serviços do que população.

Ainda sem comentários