Kaspersky apresenta novo software de segurança para dispositivos móveis

Publicado em 27/02/2013 00:53 em Segurança Informática

A companhia de segurança informática russa Kaspersky apresentou no Congresso Mundial das Comunicações Móveis, a decorrer em Barcelona, uma nova solução de segurança para dispositivos móveis, o Kaspersky Security for Mobile.

A companhia indicou que a tendência para os trabalhadores levarem o seu dispositivo móvel pessoal para uso na empresa (BYOD – Bring Your Own Device) implica a necessidade de as empresas protegerem os seus dados disponíveis nesses dispositivos.

Durante uma mesa redonda organizada no âmbito do Congresso, a Kaspersky sustentou que os dados contidos nos smartphones são «um alvo prioritário para os cibercriminosos de perfil altamente profissional, responsáveis pelos ataques mais sofisticados contra governos e empresas».

Sublinha que numa altura em que os smartphones e tablets ganham terreno como meio de trabalho profissional imprescindível nas empresas, estas precisam de garantir protecção adequada aos dados corporativos residentes em dispositivos móveis.

A companhia russa adianta que em Janeiro do ano passado foram encontradas 5 889 amostras de software malicioso para a plataforma Android, da Google, mas em Dezembro o seu número já se elevava aos 43 262. No total, o número de programas maliciosos para Android superou os 305 mil.

Observa que 44% das ameaças detectadas em Dezembro passado eram cavalos de Tróia («Trojans») «backdoor», cujo objectivo é assumir o controlo do dispositivo, e outros 40% esvaziavam a conta do utilizador com o envio de SMS de valor acrescentado.

Um estudo da Kaspersky de 2012 revelava que a maioria das empresas não estava consciente dos riscos da disseminação de dados empresariais contidos em dispositivos móveis não protegidos. O estudo mostrava que só 29% dos profissionais inquiridos implementaram nas suas organizações tecnologias de segurança móvel e que mais de um terço das companhias (34%) não utilizavam soluções de gestão de dispositivos móveis.

Ainda sem comentários