132 milhões de aplicações vulneráveis em 2012

Publicado em 24/02/2013 01:16 em Segurança Informática

A Kaspersky indica que em 2012 se verificaram 132 milhões de aplicações vulneráveis, uma média de 12 por utilizador, e alerta para o risco de versões antigas de alguns dos mais populares programas permanecerem nos computadores meses ou mesmo anos sem actualização.

A Kaspersky afirma que sete semanas após a publicação de uma nova versão do Java apenas menos de 30% dos utilizadores do programa a tinham importado, apesar do grande risco que isso representa.

A empresa russa de segurança informática afirma que os utilizadores do Java, Flash Player e Adobe Reader, os três programas mais vulneráveis, resistem a efectuar as actualizações.

A Kaspersky indica que na sua investigação realizada no ano passado foram detectadas 806 vulnerabilidades, 37 das quais facilmente exploráveis por cibercriminosos e que se mantiveram em pelo menos 10% dos equipamentos durante uma semana de análise.

A Kaspersky aconselha os utilizadores a realizarem um inventário dos programas instalados, a actualizarem-nos, a removerem os que nunca são usados e a terem um programa que procure vulnerabilidades nos programas instalados.

Ainda sem comentários