Lucros da Novabase quase triplicaram em 2012, receitas caíram

Publicado em 08/02/2013 09:01 em Geral

Nota: por problemas de acesso ao sítio, esta notícia e as que se seguem foram colocadas com muitas horas de atraso em relação à altura em que foram escritas



A tecnológica portuguesa Novabase anunciou quinta-feira que os seus lucros quase triplicaram em 2012 e ascenderam a 7,906 milhões de euros, um acréscimo de 198,2%.

No entanto, o volume de negócios recuou 7,6%, para 212,1 milhões de euros.

A empresa apresentou resultados operacionais positivos, de 12,303 milhões de euros.

O presidente executivo (CEO) da Novabase, Luís Paulo Salvado, explica que os resultados do ano passado revelam uma boa execução da estratégia da empresa e dos objectivos da reestruturação realizada no final de 2011.

Explicou que a redução do volume de negócios se deve à contracção das vendas de produtos de terceiros, em linha com as dificuldades do mercado nacional.

Luís Paulo Salvado assinalou que a actividade internacional cresceu 35% e já representa 29% das receitas totais da empresa.

O CEO revelou que para 2013 a Novabase espera um volume de negócios de cerca de 215 milhões de euros, um ligeiro crescimento, e que as receitas no estrangeiro representem aproximadamente 35% do total.

«Vamos conferir maior sustentabilidade à nossa expansão internacional e aumentar o investimento na verticalização e diferenciação das nossas ofertas, o que implicará um reforço de meios.

O número de trabalhadores da Novabase aumentou 4,0%, para 2 194 em média em 2012, com um aumento de 67 empregados em Portugal, para 2 038, e 18 no estrangeiro, para 156.

A companhia recorda que em 2012 comprou a totalidade do capital da Binómio, empresa especializada em soluções para a gestão de activos financeiros, e constituiu a NBMSIT em Moçambique.

A Novabase está presente em Espanha, Alemanha, França, Médio Oriente, Angola e Moçambique.

Ainda sem comentários