Soluções de CRM para sector financeiro em causa

Publicado em 30/03/2010 12:55 em Geral

As regras de CRM (gestão de relações com clientes) aplicadas pelas instituições financeiras antes da actual crise já não são válidas, revela um inquérito feito a gestores de 75 instituições europeias, incluindo bancos de retalho e seguradoras, realizado pela Atos Origin e divulgado pela European Financial Management & Marketing Association (EFMA).



Aquela associação, formada em 1971 e destinada a promover a inovação e a adopção das melhores práticas no sector financeiro, assinala que no contexto após crise financeira as estratégias de CRM são mais do que nunca essenciais para a rentabilidade da banca de retalho, devendo ser inseridas numa estratégia mais global.



O relatório observa que deve haver uma recentragem nos clientes, melhorando a sua compreensão, identificando os canais preferidos dos clientes e reposicionando-os de acordo com a sua rentabilidade.



O CRM (Customer Relationship Management) é uma abordagem do negócio centrada nos clientes, que inclui soluções tecnológicas (ferramentas informáticas de CRM) mas também uma atitude corporativa virada para o cliente.



O documento aponta para a necessidade de aumentar as competências dos trabalhadores nesta área.



O relatório indica que a crescente procura de informação em tempo real nos canais online implica o desenvolvimento de ferramentas inteligentes mais sofisticadas, dirigidas aos objectivos individuais dos clientes.



O estudo indicou que não há canais bancários dirigidos a segmentos específico de clientes, mas a crescente importância dos canais electrónicos permite especializar canais para aumentar a eficiência das vendas.



A EFMA, uma organização sem fins lucrativos, representa actualmente mais de 2 mil marcas diferentes de empresas de serviços financeiros e tem como associados 80% dos maiores grupos bancários europeus.

Ainda sem comentários