Telemóveis: mais 5 mil milhões subscritores ainda em 2010

Publicado em 13/08/2010 23:37 em Destaques

A barreira dos 5 mil milhões de subscritores de telefonia móvel deverá ser ultrapassada ainda este ano, o que significa uma duplicação em cinco anos, estima o Observatório Europeu de Tecnologias da Informação (EITO).

O estudo do EITO prevê que o ano termine com 5,1 mil milhões de assinantes móveis, um acréscimo de 12% face a um ano antes, e atinja no próximo ano os 5,6 mil milhões, um acréscimo de 10%.

O crescimento do número de subscritores é dinamizado pelos mercados emergentes. Na China, o número de subscritores de telefonia móvel deve crescer 13% este ano, para 844 milhões, e atingir 930 milhões no próximo.

Na Índia, o total de assinantes deverá atingir os 680 milhões este ano, um aumento de 30%. E no Brasil, deverá haver 193 milhões de subscritores de telefonia móvel, uma progressão de 11%.

Os dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT, ITU na sigla inglesa), uma agência das Nações Unidas, indicam que mais de metade das casas nos países emergentes dispõem de telefonia móvel, mesmo em áreas rurais, onde a rede fixa é rara ou inexistente.

Nos países industrializados, onde os mercados estão saturados, os consumidores estão crescentemente a optar pelo uso de smartphones, que permitem um acesso à Internet mais próximo da experiência dos computadores.

Na União Europeia (UE) deverá haver no fim do ano em curso 650 milhões de subscritores de telefonia móvel um crescimento inferior a 3%, sendo um terço deles de terceira geração (3G).

No fim de 2010, o número de subscritores de telefonia móvel de terceira geração deverá ascender a 800 milhões, um aumento de 37%, e deverá ultrapassar os mil milhões durante 2011, indica o EITO.

O Japão é o país mais avançado tecnologicamente, com 96% dos utilizadores a usarem a terceira geração móvel.

Ainda sem comentários