Declínio de 4,9% nas vendas mundiais PC no IV Trimestre

Declínio de 4,9% nas vendas mundiais PC no IV TrimestrePublicado em 18/01/2013 21:25 em Equipamentos

As vendas mundiais de computadores pessoais baixaram 4,9% no último trimestre de 2012, para 90,37 milhões de unidades, segundo estimativas preliminares da consultora e analista de mercados Gartner.

O relatório da Gartner adianta que a tendência de queda nas vendas de PC indicia uma mudança estrutural no mercado de computadores pessoais (PC).

«Os tablets mudaram drasticamente o mercado de dispositivos informáticos, não tanto por canibalizarem a utilização de computadores pessoais mas por direcionarem para a compra de tablets em vez da substituição dos PC existentes», observa Mikako Kitagawa, analista principal da Gartner.

Acrescentou que haverá utilizadores individuais com um computador e um tablet, utilizando predominantemente o tablet nas actividades diárias correntes, mas muitos outros optarão por um tablet. Mas a Gartner acredita que a maioria optará por ter apenas um tablet, não substituindo o PC que têm em casa.

Kitagawa afirma que esta mudança é dinamizada pelo aparecimento de tablets de baixo custo, que surgiram já no ano passado e que tenderão a ser o dispositivo informático principal dos consumidores.

A Gartner assinala que o lançamento do Windows 8 em Outubro não teve um impacto significativo nas vendas de PC, o que se deverá a uma fraca aposta em portáteis com ecrãs sensíveis ao toque, uma grande mais valia da nova versão do sistema operativo da Microsoft.

A Gartner indica que a HP manteve a liderança do mercado de PC no quarto trimestre do ano passado, com um ligeiro reforço da quota de mercado, para 16,2%, seguindo-se a chinesa Lenovo (quota de 15,5%), a norte-americana Dell (10,2%), a taiwanesa Acer (9,5%) e a ASUS (7,2%), também da Formosa.

As vendas de PC no quarto trimestre do ano passado caíram 2,1% nos Estados Unidos, onde a HP liderou, seguida pela Dell, Apple, Lenovo e Acer.

Na região EMEA (Europa, Médio Oriente e África), a HP foi também número um, seguindo-se a Lenovo, Acer, ASUS e Dell.

Ainda sem comentários