Sandia Labs desenvolvem lasers Terahertz de pequenas dimensões

Publicado em 09/08/2010 22:50 em Destaques

Os laboratórios norte-americanos Sandia estão a desenvolver dispositivos laser no espectro de frequência dos TeraHertz (THz) de dimensões reduzidas e com funcionalidades reforçadas.

Os lasers quantum em cascata (QCL) foram apresentados em 2002 e desde logo se previu para estes dispositivos um largo campo de aplicações, mas até agora estes sistemas eram montados com um conjunto de componentes, muitas vezes demasiado grandes e com discrepâncias.

Os Sandia National Laboratories estão a instalar um detector e um laser num só chip para produzir um equipamento compacto, que torna desnecessário fazer um alinhamento preciso dos componentes ópticos, anteriormente necessários para emparelhar o laser com o detector.

Os equipamentos, que funcionam na gama de frequências entre micro ondas e infravermelho, tem múltiplas aplicações, desde o diagnóstico de cancros dentários e de pele, até ao controlo de materiais durante a produção e, nalgumas frequências, detecção de exposivos ou narcóticos por baixo da roupa.

Em comunicado, os laboratórios de investigação Sandia indicam que as aplicações desta tecnologia vão das comunicações à segurança, da química à radio-astronomia, passando pela medicina.

Ainda sem comentários