Motorola vende fábrica na China e concessiona no Brasil

Publicado em 12/12/2012 01:36 em Indústria

O Google vai vender as suas operações fabris da Motorola Mobility em Tianji (China) à companhia de Singapura Flextronics, que ficará também a gerir a fábrica brasileira situada em Jaguiriuna, segundo a GSMA.

A newsletter Mobile World Live, da Associação GSM (GSMA), adianta que os trabalhadores de Tianji e Jaguiriuna vão transitar para a Flextronics após a conclusão do negócio, prevista para a primeira metade de 2013.

Segundo informações da imprensa da India, a Motorola Mobility suspendeu a sua fábrica situada em Chennai, naquele país.

Na Coreia do Sul, onde as vendas de telemóveis Motorola têm uma quota de mercado diminuta, o Google prevê reduzir as actividades de investigação e desenvolvimento, marketing e comerciais da Motorola e reduzir mais de 500 postos de trabalho.

Em Agosto o Google anunciou a supressão de cerca de 20% do emprego da Motorola Mobility, o que significa o corte de cerca de 4 mil postos de trabalho na empresa fabricante de telecomunicações.

A newsletter assinala que a Motorola deverá focar-se nos mercados onde tem maiores quotas e onde está posicionada para ser competitiva e sair de outros países onde tem menor expressão.

Como o Falar de Tecnologia anunciou há menos de um mês, a Motorola Mobility deixa de ter qualquer presença em Portugal e noutros países europeus e de aí vender os seus equipamentos e permanece apenas no Reino Unido, Alemanha e França.

Ainda sem comentários