Utilizadores demoram a actualizar navegadores Internet

Publicado em 05/12/2012 00:02 em Internet

Quase um quarto (23%) dos utilizadores de Internet não actualizam os seus navegadores, pondo em causa a sua segurança, e a maioria dos utilizadores demora mais de um mês a actualizar para novas versões dos navegadores Internet («browsers»), segundo um estudo da Kaspersky.

A firma russa de segurança informática destaca que a maioria dos ataques informáticos utiliza as vulnerabilidades existentes nas aplicações dos navegadores Internet.

A Kaspersky indica que o estudo parte da análise dos diferentes navegadores usados por utilizadores anónimos, através da Kaspersky Security Network, uma funcionalidade na nuvem a que os utilizadores do software de segurança da companhia podem aderir.

Observa que utilizou um programa que rastreia em tempo real os hábitos de 10 milhões de clientes em todo o mundo.

Do estudo, a Kaspersky conclui que o Internet Explorer era em Agosto o navegador utilizado por 37,8% dos clientes rastreados, o Google Chrome congregava 36,5% e o Firefox 19,5%.

A versão mais recente do navegador era a adoptada por 80,2% dos utilizadores do Internet Explorar, 79,2% dos fãs do Chrome, 78,1% dos que usavam Opera e 66,1% dos adeptos do Firefox.

Ainda sem comentários