Custos de impressão ultrapassam 2,1 mil milhões de euros por ano

Publicado em 05/08/2010 22:51 em Geral

Os custos de impressão das organizações e empresas em Portugal ultrapassam os 2,1 mil milhões de euros por ano, sendo cerca de 660 milhões de euros em impressões externas e quase 1,5 mil milhões de euros em custos de impressão interna na organização, indica um estudo do CEBR.

O Centre for Economics and Business Research (CEBR) estima que será possível às organizações portuguesas poupar custos entre 95 milhões e 189 milhões de euros com a adopção de medidas que tornem a impressão mais eficiente.

O relatório do CEBR, encomendado pela empresa japonesa produtora de equipamentos de impressão OKI, refere os custos de impressão suportados pelas organizações e empresas portuguesas e considera que é possível reduzi los através de uma melhor gestão da impressão, utilização de tecnologias e equipamentos mais avançados e adopção das melhores práticas.

O documento indica que os sectores com maiores potencialidades de redução de custos de impressão em Portugal são a administração pública, defesa e educação e o sector financeiro.

O estudo indica que as medidas de racionalização da impressão permitem também uma redução significativa das emissões de anidrido carbónico (CO2).

Ainda sem comentários