Office 2013 chega com loja online e novas formas de comercialização

Publicado em 15/11/2012 23:54 em Software

O novo Microsoft Office 2013 vem optimizado para o Windows 8 e Windows Phone 8 e vai ajudar as empresas a serem mais produtivas, ao mesmo tempo que lhes permite reduzirem custos, disse o gestor de produto Office da Microsoft Portugal.

Marcos Santos precisou que o novo Office chega em meados de Novembro às empresas com contrato com a Microsoft e no primeiro trimestre de 2013 estará no retalho.

Na apresentação à imprensa da nova versão do pacote de produtividade da Microsoft, Marcos Santos, gestor do Office na Microsoft Portugal, revelou que a 1 de Dezembro os clientes empresariais terão acesso à compra do novo Office.

Indicou que o Office 2013 tem como maiores novidades uma loja de aplicações própria para as ferramentas de produtividade do pacote, novas formas de comercialização e maior aposta na nuvem. Na loja online especializada estarão disponíveis várias aplicações para os programas que integram o Office.

Marcos Santos indicou que com o novo Office vêm novas formas de comercialização do produto, designadamente a subscrição por um ano com cinco licenças para abranger o agregado familiar, utilizando a nuvem.

A Microsoft disponibiliza também um pacote para professores e estudantes universitários, com duas licenças válidas por quatro anos, adiantou.

Em ambos os casos, a subscrição inclui 60 minutos Skype para chamadas destinadas a redes fixas e 20 gigabytes adicionais de espaço no Skydrive (uma facilidade de armazenamento na nuvem, gratuito até 7 Gb, para clientes de produtos da Microsoft).

Marcos Santos precisou que Microsoft mantém a possibilidade de o utilizador comprar uma licença «perpétua», mas neste caso deixa de ser possível continuar a utilizar legalmente o Office quando se troca de computador, como acontecia até aqui.

Quando muda de computador, o proprietário de uma licença «perpétua» deixa de poder usar essa licença e terá de comprar outra, o que até aqui não acontecia. Isto é, quando se muda de máquina acaba a perpetuidade da licença.

A Microsoft disponibiliza também o Office 365 para pequenas empresas, com subscrição por um ano e válido para cinco utilizadores.

Marcos Santos revelou que há em Portugal 3,6 milhões de computadores que utilizam o Office da Microsoft e que 44% dos utilizadores empresariais usam a última versão disponibilizada (Office 2010).

Adiantou que há em Portugal 70 mil utilizadores a usar ferramentas de produtividade na nuvem (Office 365), dos quais 31 mil do Office 365 para a educação.

Marcos Santos estimou que o Office 365, na nuvem, permite poupanças entre 25% e 50% em custos de bviagem, até 20% de poupança no orçamento de tecnologias de informação das empresas e uma diminuição de 10% em custos indirectos.

Ainda sem comentários