Tablets Android ganham força no terceiro trimestre

Tablets Android ganham força no terceiro trimestrePublicado em 07/11/2012 00:52 em Equipamentos

As vendas de tablets Android ganharam expressão no terceiro trimestre de 2012, embora o iPad, da Apple, continue a liderar com mais de metade da quota de mercado, revelou a consultora e analista de mercado IDC.

As vendas de iPad cresceram 26,1% homólogos (face ao mesmo período do ano anterior) no terceiro trimestre, para 14,0 milhões de unidades, mas a quota de mercado da Apple neste segmento caiu 9,3 pontos percentuais num ano, ficando em 50,4%.

As vendas da Samsung multiplicaram-se por mais de quatro (325%) e a marca sul-coreana vendeu 5,1 milhões de tablet e ficou com uma quota de 18,4%, quase o triplo da registada um ano antes.

A Amazon, com os seus tablets Kindle Fire surgidos no fim de 2011, conquistou o terceiro lugar com 2,5 milhões de dispositivos vendidos e uma quota de 9,0%, conseguida em menos de um ano, revela a IDC.

A Asus mais do que triplicou as suas vendas de tablets e colocou 2,4 milhões de terminais no mercado, o que lhe conferiu uma quota de 8,6%, surgindo em quinto lugar a chinesa Lenovo, que duplicou as suas vendas, para 400 mil unidades, e ficou com 1,4% do mercado.

As cinco principais marcas representam em conjunto 87,8% das vendas mundiais e só a Apple e a Samsung detêm mais de dois terços (68,8%)

As vendas totais de tablet PC cresceram 49,5% homólogos no terceiro trimestre de 2012, para 27,8 milhões de unidades.

Muitos fiéis da Apple terão aguardado pelos lançamentos da nova versão do iPad e do novo iPad mini, concretizados em Outubro, mas Tom Mainelli, director da IDC, admite que o preço relativamente elevado do iPad mini (329 dólares) deixa muito espaço para os fabricantes de tablets Android continuarem a ter êxito.

Ainda sem comentários