Portugueses desenvolvem fato de bombeiros de alta tecnologia

Publicado em 05/08/2010 23:02 em Outras Tecnologias

Um consórcio 100% português está a desenvolver protótipos de fatos inovadores para bombeiros com recurso a tecnologias para garantir o aumento da segurança daqueles profissionais nas operações de combate a incêndios.

Em comunicado, a Unilever Jerónimo Martins indica que está a apoiar este trabalho de investigação e desenvolvimento que junta o CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias de Têxtil e Vestuário, o CENTI – Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, as empresas têxteis A Sampaio e Filhos, António de Almeida e Filhos e Lemar e a empresa de equipamentos de protecção individual Actijob.

Um dos protótipos, adequado para fogos urbanos, tem uma composição leve e confortável e uma estrutura multi-camada.

O comunicado indica que o segundo protótipo tem uma concepção “totalmente inovadora” e incorpora um sistema de detecção electrónico que alerta os bombeiros para a temperatura envolvente e os níveis de monóxido de carbono, factores decisivos para a segurança.

Este último protótipo terá ainda de ser testado para avaliar a resistência dos componentes tecnológicos em situações extremas, indica o documento.

Ainda sem comentários