RIM com prejuízos e quebra de receitas no segundo trimestre fiscal 2013

RIM com prejuízos e quebra de receitas no segundo trimestre fiscal 2013Publicado em 30/09/2012 23:56 em Indústria

A Research in Motion (RIM), fabricante dos smartphones Blackberry, anunciou um prejuízo de 363 milhões de dólares (282 milhões de euros) no segundo trimestre fiscal 2013, terminado a 1 de Setembro.

Aquele prejuízo compara com lucros de 407 milhões de dólares (317 milhões de euros) em idêntico período do exercício fiscal de 2012.

No conjunto do primeiro semestre do ano fiscal em curso, os prejuízos atingiram 1 006 milhões de dólares (783 milhões de euros), verificando-se um abrandamento dos resultados negativos entre os primeiro e segundo trimestres fiscais.

O volume de negócios da RIM quedou-se em 2 873 milhões de dólares (2 235 milhões de euros) no segundo trimestre fiscal 2013, uma redução homóloga (face ao mesmo período do ano anterior) de 31,1%, enquanto as receitas do primeiro semestre do exercício baixaram 35,4%, para 5 687 milhões de dólares (4 425 milhões de euros).

A companhia canadiana indicou ter registado prejuízos operacionais de 1 006 milhões de dólares (783 milhões de euros) no primeiro semestre fiscal, que compara com lucros operacionais de 1 304 milhões de dólares no exercício passado.

Em comunicado de resultados, o fabricante canadiano de smartphones e tablet PC para o segmento profissional salienta que a sua base global de subscritores aumentou para cerca de 80 milhões no fim do segundo trimestre fiscal.

Thorsten Heins, presidente e CEO da RIM, citado no comunicado, sublinha que, apesar das mudanças significativas que estão a ser implementadas na organização da RIM, a companhia apresenta progressos do ponto de vista dos seus objectivos financeiros e operacionais, adiantando que os operadores e os desenvolvedores de aplicações estão a responder bem às versões «preview» da plataforma Blackberry 10.

«Que não haja dúvidas, compreendemos que temos muito mais trabalho a fazer, mas estamos a concretizar as mudanças de organização necessárias para conduzir a melhorias em toda a companhia, os nossos empregados estão empenhados e motivados e o BlackBerry 10 está a caminho para ser lançado no primeiro trimestre do ano civil de 2013», indicou Thorsten Heins.

A RIM prevê que o resto do ano fiscal de 2013 seja marcado pela pressão sobre os resultados operacionais, devido a um ambiente cada vez mais competitivo, menores volumes de vendas e aumento das despesas de marketing associadas com o lançamento do BlackBerry 10.

Ainda sem comentários