HP com prejuízos de 8,9 mil milhões de dólares no terceiro trimestre fiscal

Publicado em 26/08/2012 23:06 em Geral

A HP anunciou prejuízos de 8,9 mil milhões de dólares (7,1 mil milhões de euros) no terceiro trimestre fiscal de 2012 (terminado a 31 de Julho), que compara com lucros de 1,9 mil milhões de dólares em igual período do exercício de 2011.

Em comunicado de resultados, a HP adianta que as suas receitas recuaram 5% no terceiro trimestre fiscal (2% a taxas de câmbio constantes), para 29,7 mil milhões de dólares (23,7 mil milhões de euros).

Meg Whitman, presidente e CEO da HP, destacou que a companhia está «ainda no início de uma mudança de vários anos e está a fazer progressos razoáveis apesar dos ventos desfavoráveis».

Acrescentou que durante o terceiro trimestre a HP «deu passos importantes para se centrar nas suas prioridades estratégicas, gerir custos, realizar as mudanças organizacionais necessárias e melhorar os resultados».

No trimestre considerado, as receitas do grupo de sistemas pessoais (que inclui computadores) tiveram uma redução homóloga (face ao mesmo período do exercício anterior) de 10%, as do grupo de impressão e imagem uma quebra de 3%, tal como as de serviços, as de servidores, armazenamento e redes empresariais baixaram 4% e as de software cresceram 18%.

A facturação da empresa de financiamento HP Financial Services ficou estável no terceiro trimestre fiscal em termos homólogos.

A HP vai criar uma nova unidade de negócios móveis, dirigida pelo antigo responsável pela plataforma MeeGo na Nokia, Alberto Torres, que dependerá da divisão de Printing Systems, dirigida por Todd Bradley, segundo a newsletter Mobile Business Briefing (MBB), que cita o The Verger.

No entanto, o lançamento iminente do novo tablet da HP continua sob responsabilidade de James Mouton, que dirige a área dos computadores pessoais , garante a MBB.

Ainda sem comentários