Lucros da Glintt aumentaram 2% mas facturação caiu

Publicado em 27/07/2012 23:55 em Geral

Os lucros da tecnológica portuguesa Glintt, ligada ao grupo Associação Nacional de Farmácias (ANF), cresceram 2% homólogos no primeiro semestre de 2012, para 623 milhões de euros.

A companhia destaca que o crescimento dos resultados líquidos só não é mais expressivo porque se verificou um aumento de 47% nos custos financeiros.

Em comunicado de resultados publicado no sítio da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Glint indica que o seu volume de negócios desceu 6%, para 45,096 milhões de euros.

Explica que a queda se deveu a atraso na contratação de serviços profissionais de tecnologias da informação (TI) por parte dos clientes e à aposta em novas soluções de negócios, com uma componente mista de produtos e serviços.

Os resultados operacionais da tecnológica da ANF subiram 7%, para 3,659 milhões de euros.

A companhia indica que se verifica uma preocupação om uma gestão racional e eficiente dos recursos, com substituição de subcontratação por recursos internos. No primeiro semestre, os custos com pessoal subiram 2% mas os custos de subcontratação baixaram 20%.

Ainda sem comentários