Receitas da Vodafone caíram 7,7% no primeiro trimestre fiscal

Publicado em 21/07/2012 01:14 em Geral

As receitas da multinacional britânica de telecomunicações Vodafone caíram 7,7% no primeiro trimestre fiscal (terminado a 30 de Junho), para 10,767 mil milhões de libras (13,733 mil milhões de euros), anunciou a companhia.

Em comunicado, a Vodafone indica que o volume de negócios corresponde a um crescimento orgânico de 1,0%.

As receitas de serviços da companhia situaram-se em 9,975 mil milhões de libras (12,722 mil milhões de euros), uma queda de 8,1% mas que corresponde a um crescimento orgânico de 0,6% (2,3% se excluído o efeito das taxas de terminação móveis), acrescenta.

A multinacional adianta que as receitas de dados subiram 17,1%, para 1,6 mil milhões de libras (2,0 mil milhões de euros), reflectindo principalmente o crescimento da penetração de smartphones na Europa. Os serviços de dados representam já 16,0% das receitas de serviços da Vodafone, indica a companhia.

Na Europa, as receitas de serviço do primeiro trimestre fiscal estão em queda, de 8,7%, reflectindo o comportamento desfavorável da actividade, nomeadamente nos países da Europa do Sul, com destaque para as quedas de 10,0% em Espanha e 7,7% na Itália. Na Alemanha, as receitas de serviço cresceram 4,2%.

As receitas empresariais da Vodafone cresceram 0,1%, apesar de uma quebra de 0,8% na Europa, compensada por um aumento de 7,7% nas outras regiões.

As receitas de rede fixa cresceram 3,4% e já representam 8,7% da facturação dos serviços da companhia.

O comunicado da multinacional indica que no fim de Junho a Vodafone Portugal tinha 6,139 milhões de clientes da rede móvel, dos quais 81,8% com tarifários pré-pagos e 18,2% de assinatura.

Ainda sem comentários