Mercado de discos rígidos com receitas recorde no primeiro trimestre

Mercado de discos rígidos com receitas recorde no primeiro trimestrePublicado em 15/06/2012 00:42 em Geral

O mercado global de discos rígidos (HDD na sigla inglesa) atingiu um valor recorde no primeiro trimestre de 2012, devido aos preços muito elevados, que compensaram a redução no número de unidades vendidas, segundo a consultora IHS iSuppli.

As cheias de Outubro de 2011 na Tailândia, país grande produtor mundial de discos rígidos, deixaram inoperacionais fábricas de HDD, provocaram uma escassez no mercado e consequente elevação de preços.

Aquela analista de mercado adianta que as receitas da venda de discos rígidos atingiram nos três primeiros meses de 2012 os 9,6 mil milhões de dólares (7,6 mil milhões de euros), superando o anterior máximo de 9,3 mil milhões de dólares registado no primeiro trimestre de 2010.

A IHS iSuppli destaca que antes das cheias na Tailândia, no terceiro trimestre de 2011, foram vendidos 174 milhões de discos rígidos, número que no primeiro trimestre de 2012 não foi além de 145 milhões.

A plena recuperação da produção só deverá ocorrer no último trimestre do ano em curso.

Segundo a consultora, o preço médio dos discos rígidos aumentou de 51,49 dólares no terceiro trimestre do ano passado para 66,28 dólares (52,47 euros) no primeiro trimestre de 2012, um acréscimo de 28,7% naquele período.

A IHS Suppli revela que a Seagate liderou o mercado, com uma quota de 46% das receitas (4,45 mil milhões de dólares), que incluem já a recente aquisição do negócio de HDD da Samsung.

Em segundo lugar surge a Western Digital (WD), com 32% de quota do mercado global de HDD, seguida da Hitashi e da Toshiba, com quotas na casa dos 11%.

Estas quotas de mercado referem-se ao primeiro trimestre e são anteriores à recente aquisição do negócio de discos rígidos da Hitachi pela WD, o que significa que com esta integração a WD, que antes das cheias na Tailândia liderava, ficaria muito próxima da Seagate.

Ainda sem comentários