Mercado de software segurança cresceu 7,5% em 2011

Publicado em 29/04/2012 23:38 em Segurança Informática

O mercado mundial de software de segurança cresceu 7,5% em 2011 para 17 715,1 milhões de dólares (13 376,7 milhões de euros), revelou a consultora e analista de mercado Gartner.

A Symantec (que produz o software de consumo Norton) foi a empresa que mais cresceu entre os cinco principais actores do mercado e reforçou a liderança, com receitas de 3 652,0 milhões de dólares (2 757,7 milhões de euros) e uma quota de 20,6% do mercado.

A McAfee foi a única das cinco grandes com uma evolução negativa das vendas (menos 27,5%), mas manteve o segundo lugar, com vendas de 1 226,0 milhões de dólares (925,8 milhões de euros) e uma quota de 6,9%, com a sua subliderança a ser ameaçada pela Trend Micro, cuja facturação subiu 11,3%, para 1 205,1 milhões de dólares (910,0 milhões de euros) e atingiu uma quota de mercado de 6,8%.

A gigante IBM cresceu 14,2% e registou receitas de 930,1 milhões de dólares (702,3 milhões de euros) no negócio de software de segurança, com uma quota de 5,3%, e a EMC facturou 716,1 milhões de dólares (540,7 milhões de euros), um acréscimo de 14,3%, ficando com um peso de 4,0% neste negócio, indicou a Gartner.

As cinco principais empresas representaram apenas 43,6% de um mercadop bastante fragmentado e concorrencial.

Ruggero Contu, director da Gartner, refere que a evolução positiva do mercado reflecte a continuação da procura de ferramentas de segurança informática, tanto pelos consumidores como pelas empresas, indicando que a Ásia/Pacífico cresceu a dois dígitos mas a Europa Ocidental ficou para trás devido às incertezas económicas.

A Gartner assinala que a redução da facturação da McAfee está relacionada com a sua aquisição pela Intel no fim de Fevereiro de 2011 e sublinha que a empresa continua a ter uma marca forte e uma presença também forte no mercado, tanto de consumo como empresarial.

Observa que com a sua integração na Intel a McAfee está a apostar numa melhor integração entre hardware e segurança e deu já passos inovadores nessa área.

Ruggero Contu destaca que «os produtos do mercado de segurança estão a sofrer uma rápida evolução», com crescente popularidade e introdução de tecnologias novas, muitas vezes de empresas que estão a entrar no mercado.

Ainda sem comentários