Symantec vendeu participação em «joint venture» com Huawei

Publicado em 31/03/2012 01:11 em Geral

A companhia de segurança informática Symantec, que produz o software Norton, anunciou que completou a venda à Huawei dos 49% que detinha na empresa comum Huawei Symantec Technologies, com sede em Hong Kong.

Em comunicado, a Symantec indica que a sua decisão de Novembro de 2011 de vender a sua participação à Huawei foi tomada depois de várias rondas de discussão com a fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações.

A companhia recorda que a China é um dos mercados onde o seu negócio mais cresce, indicando que as vendas da Symantec na China cresceram 46% nos três últimos anos fiscais.

A Symantec não é explícita quanto às razões do negócio, mas analistas do sector das tecnologias de informação e comunicações (TIC) afirmam que esta foi uma manobra de antecipação face à intenção do governo dos Estados Unidos de partilhar com o sector privado informação classificada sobre os desafios e ameaças informáticas.

A Symantec receava que a sua ligação á chinesa Huawei pudesse pôr em causa a sua participação na partilha de informação classificada sobre ameaças informáticas, segundo os analistas.

Em 2008 a Huawei foi forçada a abandonar uma parceria com a 3Com, que fornece software de segurança aos serviços militares dos Estados Unidos, depois de um painel governamental ter levantado questões relativas a riscos para a segurança.

O fundador e presidente executivo da Huawei, Ren Zhengfei, é um antigo oficial do exército chinês e nos Estados Unidos considera-se que a Huawei tem ligações estreitas com o governo do gigante asiático.

Ainda sem comentários