Telefonia móvel: transição para quarta geração será lenta - In-Stat

Publicado em 16/07/2010 22:07 em Geral

A transição para os standards de comunicações móveis de quarta geração (4G) será lenta e em 2014 apenas uma pequena parte dos terminais móveis usarão esses novos standards, prevê a consultora de telecomunicações In-Stat.

Um estudo daquela consultora salienta que os fabricantes de computadores e de dispositivos móveis estão a integrar modems nesses aparelhos, mas enquanto em 2014 cerca de 70% dos dispositivos móveis estarão equipados de origem com modem, apenas 3,6% desses utilizarão tecnologias de quarta geração.

Os analistas da In-Stat salientam que os fabricantes têm vindo a integrar modems nos dispositivos móveis nos últimos anos, mas a transição para a tecnologia sem fios de quarta geração está limitada pela adopção de múltiplos standards de comunicações sem fios, pelos limites de disponibilidade do espectro radioeléctrico e pelos constrangimentos dos modelos de negócio.

Apesar da actual liderança do Wimax, o LTE (Long Term Evolution), considerada a tecnologia de quarta geração nos telemóveis, representará em 2014 mais de 60% dos terminais móveis de quarta geração, prevê a In-Stat.

Acrescenta que os portáteis e os smartphones deverão ser nos próximos cinco anos os únicos dispositivos móveis a utilizar tecnologias de quarta geração, enquanto os telemóveis clássicos deverão continuar a funcionar sobre redes de segunda e terceira geração, devido à sua baixa performance, aos custos e aos requisitos de consumo de energia.

Ainda sem comentários