Vodafone alerta reguladores para abrandamento do investimento

Publicado em 01/03/2012 01:50 em Operadores / Serviços

O presidente executivo da multinacional Vodafone, Vitorio Colao, advertiu os reguladores de telecomunicações de que se não libertarem espectro radioeléctrico suficiente o investimento, a criação de emprego e a inovação tenderão a abrandar.

«Precisamos de grandes quantidades de espectro, que criam eficiência e preços mais baixos», disse Colao num discurso durante o Congresso Mundial de Comunicações Móveis (WMC).

Ralph de la Vega, presidente e CEO da área móvel da gigante norte-americana AT&T, corroborou as afirmações do CEO da Vodafone.

O líder da Vodafone voltou a acusar os reguladores europeus de cortarem rotineiramente as tarifas de terminação móvel sem pensarem nas consequências, sublinhando que a indústria europeia de comunicações móveis não está a crescer.

Colao sublinhou que não é totalmente verdade que a redução das tarifas de terminação reverta para o bolso dos consumidores. Aliás, os dados da Comissão Europeia apontam para que por cada 10 cêntimos de euro de redução das tarifas de terminação, o custo para os consumidores baixa 2 cêntimos.

Ainda sem comentários