Vendas de telemóveis cresceram 5,6% no terceiro trimestre 2011

Publicado em 03/01/2012 22:58 em Indústria

As vendas mundiais de telemóveis cresceram 5,6% homólogos no terceiro trimestre de 2011, para 440,50 milhões de unidades, indicou a consultora e analista de mercado Gartner.

As vendas de telefones móveis tradicionais tiveram um comportamento positivo, dinamizado pela procura de telefones de baixo custo, em particular de marca branca, nos mercados emergentes.

A Gartner destaca que as vendas de smartphones abrandaram mas ainda cresceram 42%, para 115,19 milhões de terminais (26% das vendas mundiais de telemóveis), sendo de destacar a forte procura deste tipo de terminais na Rússia e na China, enquanto abrandava na Europa Ocidental e Estados Unidos.

A Nokia manteve a liderança do mercado mundial, com 105,35 milhões de terminais vendidos, apesar do recuo na quota de mercado face ao trimestre homólogo de 2010, caindo 4,3 pontos percentuais, para 23,9%. No entanto, a Gartner sublinha que a marca finlandesa atingiu o ponto mais baixo no segundo trimestre e no terceiro trimestre apresentou sinais de recuperação.

A Gartner assinala que para a recuperação da Nokia contribuíram os telefones «dual SIM», que suportam dois cartões diferentes.

A Samsung manteve a segunda posição, com 78,61 milhões de unidades, e aumentou ligeiramente a sua quota de mercado, para 17,8%.

A LG, apesar de uma quebra de quota, para 4,8%, manteve o terceiro lugar, com 21,01 milhões de unidades vendidas, enquanto a Apple consolidou o quarto lugar, vendendo 17,30 milhões de iPhones e aumentando a quota para 3,9%

A chinesa ZTE teve um expressivo aumento de vendas, de mais de 80%, e conquistou o quinto lugar de mercado com uma quota de 3,2%, que lhe permitiu ultrapassar a Research in Motion (RIM, fabricante da marca BlackBerry), que se quedou em 12,70 milhões de unidades e uma parte de 2,9% do mercado.

Seguiram-se a HTC, da Formosa, com 2,7% do mercado, a Motorola com 2,5%, a Huawei com 2,4% e a SonyEricsson com 1,9%.

Nos smartphones, a Samsung liderou as vendas mundiais, triplicando as suas vendas, para 24 milhões de terminais, e ultrapassou pela primeira vez a Nokia neste segmento na Europa Ocidental e na Ásia.

O sistema operativo Android, da Google, utilizado por diversas marcas, é já maioritário nos smartphones e registou 52,5% de quota, equipando 60,49 milhões de unidades.

As vendas de smartphones com a plataforma Android quase triplicaram e a sua quota mais do que duplicou, ultrapassando o sistema operativo Symbian, que equipou quase 10 milhões de unidades a menos do que em igual período de 2010 e baixou para segundo lugar, com 19,50 milhões de smartphones e uma quota de 16,9%.

O sistema operativo iOS, que equipa os iPhone, perdeu quota de mercado, para 15,0%, mas aumentou as suas vendas. A Gartner salienta que a expectativa pelo novo iPhone (o iPhone 4S), que saiu em Outubro, é responsável por um comportamento menos favorável dos smartphones da Apple mas a informação existente sobre as vendas do novo modelo leva a prever que a marca da maçã tenha recuperado terreno no último trimestre,

A plataforma BlackBerry perdeu também quota de mercado, para 11,0%, e vendeu 12,70 milhões de smartphones no terceiro trimestre do ano passado.

O sistema operativo móvel da Microsoft baixou a quota de mercado para 1,5%, correspondendo a apenas 1,7 milhões de telemóveis, sendo ultrapassado pelo Bada, a plataforma proprietária da Samsung, que equipou 2,48 milhões de unidades e representou 2,2% do mercado.

Ainda sem comentários