Governo quer incentivar factura electrónica e prevê benefícios fiscais

Publicado em 29/11/2011 00:55 em Geral

O Director-geral dos Impostos, José Azevedo Pereira anunciou hoje que o Governo quer incentivar o uso da factura electrónica e prevê a criação de benefícios fiscais para os seus utilizadores.

Azevedo Pereira, que falava em Lisboa no Fórum Nacional da factura electrónica, organizado pela ACEPI – Associação do Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, indicou que os benefícios fiscais estão previstos no âmbito do Programa Nacional de implementação da factura electrónica, que visa generalizar a utilização daquelas facturas e promover a desmaterialização das guias de transporte.

O Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, no encerramento do Fórum, manifestou o empenhamento do Governo na factura digital e na desmaterialização de serviços e anunciou o lançamento de um programa nacional de empreendedorismo e inovação.

Aquele responsável do Ministério da Economia indicou que o programa será apresentado em Dezembro e assenta em quatro pilares: aprofundamento e alargamento das competências, dinamização da inovação, estímulo ao empreendedorismo e adopção de mecanismos de incentivo financiamento.

Adiantou que aquele programa deverá envolver instituições de ensino, empresas e centros tecnológicos.

Ainda sem comentários