Mercado de TIC deve voltar ao crescimento em 2010

Publicado em 07/07/2010 07:18 em Destaques

O mercado global de tecnologias da Informação e comunicações (TIC) deverá voltar em 2010 ao crescimento, com um aumento de receitas de 1,9%, atingindo 2,3 biliões de euros, depois do recuo de 1,6% em 2009, segundo previsões do Observatório Europeu de Tecnologias da Informação (EITO, na sigla inglesa).

O EITO sublinha que as companhias dos países industrializados estão a voltar a investir crescentemente em sistemas de tecnologias da informação (TI) modernos.

Os motores do crescimento de 2010 serão a China, Índia e Brasil, cujos mercados de alta tecnologia mantiveram um crescimento forte apesar da crise económica.

O relatório do EITO, em parceria com a associação alemã BITKOM, afirma que a crise económica e financeira teve apenas um impacto ligeiro no sector de telecomunicações, que caiu apenas 0,5% no ano passado mas cujas vendas deverão crescer 2,9% em 2010, para 1,4 biliões de euros.

O relatório salienta que o mercado de telecomunicações sofreu mudanças estruturais e que as pessoas estão a utilizar menos os serviços de voz fixa e a privilegiar os serviços móveis, muitas vezes a optar pelos telemóveis em exclusivo, o que tem implicado uma redução continuada nas receitas de voz em rede fixa.

Em Itália mais de um quarto das famílias só tem telemóvel, o mesmo acontecendo a uma em cada cinco famílias japonesas.

O mercado de comunicações de voz fixa deverá cair 4,6% este ano, mas as receitas dos serviços móveis crescerão 1,4%, para 417 mil milhões de euros.

O maior crescimento está previsto para os serviços Internet e de dados, pelas redes fixas e móveis. O mercado fixo de Internet e dados registará um acréscimo de 7%, para 198 mil milhões de euros e o mercado móvel uma progressão de 16% nas receitas, que deverão atingir 141,5 mil milhões de euros.

As vendas de tecnologias da informação (hardware, software e serviços) deverão aumentar 0,4% este ano, para 894 mil milhões de euros, após um recuo de 4,6% em 2009.

O EITO espera que em 2011 o investimento em TI continue a acelerar, com um aumento de 4%.

A recuperação registada em 2010 deverá basear-se nas vendas de software e serviços de TI, que poderão progredir 1% este ano, para 625 mil milhões de euros, após uma queda de 2,7% no ano passado.

Relativamente às principais economias emergentes, o EITO espera para , este ano um crescimento de 11% das vendas de TI na China, para 33,6 mil milhões de dólares e um aumento também de 11% na Índia, para 14 mil milhões de euros.

Em contraste, as vendas de tecnologias de informação na União Europeia terão um modesto crescimento de 0,2%, ficando em 303 mil milhões de euros, o nos Estados Unidos recuarã 0,8%, quedando-se em 304 mil milhões de euros.

O panorama é semelhante nas telecomunicações. O mercado chinês deverá crescer 8%, para 126 mil milhões de euros e o indiano progredir 15%, para 40,5 mil milhões de euros.

Na China metade da população tem telemóvel e na Índia um terço, o que é bem revelador das potencialidades de crescimento daqueles mercados.

Nos Estados Unidos, o mercado de telecomunicações crescerá 1,6% este ano, atingindo 324 mil milhões de euros, e o da União Europeia evoluirá modestos 0,1%, para 346 mil milhões de euros.

Ainda sem comentários