Mais de dois terços dos adolescentes portugueses contactados por estranhos na Net

Publicado em 30/03/2010 12:50 em Destaques

Mais de dois terços (68%) dos adolescentes em Portugal já foram contactados por estranhos na Internet e cerca de metade respondeu aos contactos, revela um estudo europeu da Microsoft, divulgado no âmbito do Dia da Segurança Internet, que se assinala a 9 de Fevereiro.



Mais de três quintos (61%) dos adolescentes dizem que os pais não controlam a sua actividade na Internet e 45% dos jovens afirmam que os respectivos pais têm conhecimentos de Internet muito limitados ou mesmo nulos.



Só pouco mais de metade (52%) dos pais portugueses dizem controlar a actividade dos seus filhos na rede das redes, segundo o estudo encomendado pela Microsoft.



Mas 69% dos paisacreditam que os filhos estão seguros e sabem como se proteger na Internet, uma convicção que o estudo da Microsoft parece não confirmar.



Mais de dois terços (68%) dos adolescentes participam activamente em redes sociais e 39% consideram seguro publicar informações pessoais online.



Neste contexto não são de estranhar comportamento de risco na Net dos adolescentes em Portugal, De acordo com o estudo, quase um quarto (23%) divulga na Internet qual a escola que frequenta e mais de um em cada oito revela na rede qual a sua morada de casa. Mais de dois quintos (41%) partilham os seus endereços electrónicos e de mensagens instantâneas.



Bastante mais de metade dos adolescentes portugueses (58%) publica fotografias e vídeos de si próprios e dos amigos.



A Microsoft indica que participaram neste estudo realizado online 14 181 pessoas de uma dúzia de países europeus, 60% das quais pais e 40% adolescentes. Em Portugal houve 525 respostas ao inquérito.



Do lado dos pais poderá haver algum enviesamento no estudo, dado que o facto de este se realizar através de um inquérito online exclui pais com um grau de iliteracia Internet mais profundo.

Ainda sem comentários