Intel quer reinventar experiência de computação

Publicado em 07/07/2010 07:12 em Geral

A multinacional Intel, número um mundial no fabrico de processadores para computadores, diz que quer reinventar a experiência de trabalhar com computadores de formas que apenas se começa a imaginar.

No evnto anual dos laboratórios de investigação da Intel, o administrador executivo da companhia para a área da tecnologia (CTO), Justin Rattner, anunciou a criação de uma nova divisão de investigação, chamada IXR, que se dedicará a perceber como as pessoas se relacionam com a tecnologia e a usam e criar experiências inovadoras com novos suportes, como a televisão ou o automóvel.

A visão da Intel é a de que as tecnologias do futuro desenvolverão dispositivos pessoais que aprendem e compreendem quem somos e como vivemos e serão capazes de reconhecer os objectos do nosso dia-a-dia e interpretar a nossa linguagem gestual.

A experiência de computação futura, imaginada pelo CTO da Intel, será muito mais pessoal e a interacção com os computadores utilizará o toque, os gestos e a voz.

Rattner defende que melhor tecnologia já não é suficiente porque o que as pessoas valorizam é uma experiância de informação profundamente pessoal.

A Intel contituiu uma equipa de investigação na área dos interfaces de utilizador que integra especialista em informática e cientistas sociais para criar a nova geração de dispositivos informáticos.

Ainda sem comentários