Vendas de media tablet e e.Readers em 2011 revistas em alta

Publicado em 06/10/2011 16:49 em Equipamentos

A consultora IDC espera que as vendas mundiais de media tablet PC ascendam a 62,5 milhões de unidades, uma revisão em forte alta da anterior previsão de 53,5 milhões.

Aquela analista do mercado de tecnologias admite, ainda, que as vendas de e.Readers atinjam 27 milhões de unidades este ano, bem acima da sua anterior previsão de 16,2 milhões.

No segundo trimestre, as vendas mundiais de tablet PC atingiram os 13,6 milhões de equipamentos, um aumento homólogo (face ao mesmo período do ano anterior) de 303,8%, o que significa que se multiplicaram por mais do que por quatro.

As vendas do segundo trimestre foram dinamizadas por uma robusta procura do iPad 2, com a Apple a colocar 9,3 milhões de tablet, o que representou 68,3% do mercado mundial, um pequeno reforço.

A Research in Motion (RIM), que entrou neste mercado com o media tablet PlayBook no final do segundo trimestre, conseguiu 4,9% de quota de mercado, enquanto a quota dos tablet baseados em Android desceu de 34,0% nos primeiros três meses de 2011 para 26,8% no segundo trimestre. A IDC admite que a plataforma Android continue a reduzir a sua quota de mercado na segunda metade do ano.

Com a decisão da HP de descontinuar os seus media tablet e vender o stock a 99 dólares (74 euros), a IDC espera que a quota mundial do TouchPad se situe nos 4,7% no terceiro trimestre.

Relativamente aos e.Readers, a IDC estima que as vendas tenham crescido 167% no segundo trimestre, atingindo 5,4 milhões de equipamentos, num mercado dominado pela Amazon, que detém uma quota de 51,7% do mercado, seguida pela Barnes & Noble, com 21,2%.

A IDC estima que se tenha verificado uma intensificação das vendas de e.Readers no Verão, com os maiores fabricantes a colocarem no mercado os seus dispositivos a preto e branco por menos de 100 euros.

Ainda sem comentários