Após venda é essencial para crescimento sustentado das vendas

Publicado em 06/07/2010 18:14 em Opinião

A Samsung tem anunciado a sua aposta a nível internacional em 2010 no segmento dos smartphones, aquele que apresenta um maior crescimento na generalidade dos países industrializados, e pretende alcançar um lugar cimeiro entre os principais actores deste mercado.

A Samsung, que no primeiro trimestre de 2010 esteve ausente dos cinco primeiros lugares do segmento de «smartphones» em Portugal, poderá até ganhar essa aposta mas dificilmente a consolidará se mantiver a postura de vender e esquecer que os clientes valorizam a assistência que os seus fornecedores lhes dão depois da compra.

Sendo os «smartphones» normalmente «sensíveis ao tacto», os ponteiros («pen») são um acessório essencial ao seu funcionamento, mas que facilmente se perde, como sabe quem já tem um telefone deste tipo há algum tempo.

Sucede que os telefones Samsung se vendem por todo o lado mas o mesmo não se passa com estes acessórios, que não encontrei disponíveis para o modelo que tenho em nenhuma loja da especialidade.

Questionada a Samsung, foi-me dito que estariam disponíveis dentro de dias na FNAC e na Worten. O que nunca aconteceu. Mais. Na FNAC informaram que tinham pedido ponteiros para o meu modelo e outros há bastante tempo mas que a Samsung não forneceu.

Um cliente de telemóveis – eu – já a Samsung perdeu, porque os ponteiros standard que não encaixam no terminal são pouco cómodos e perdem-se ainda mais facilmente. Provavelmente terá perdido muitos outros.

Mas se a aposta da marca – desta ou de outras – continuar a ser vender mais terminais novos, pela atractividade ou preços agressivos, e continuar a esquecer que os clientes continuam a sê-lo mesmo depois da compra, mesmo que atinja o lugar cimeiro a que aspira no segmento dos «smartphones», dificilmente conseguirá mantê-lo se não alterar comportamentos.

Porque é bom não esquecer que os clientes deste segmento se contam entre os mais exigentes.

Ainda sem comentários