Windows 8 vai facilitar copiar/mover/renomear/apagar

Publicado em 28/08/2011 22:29 em Software

O Windows 8 vai trazer alterações a uma das mais utilizadas funcionalidades do sistema operativo mas que não melhora substancialmente há muito tempo: o copiar/mover/mudar o nome/apagar ficheiros, designado por «copy jobs».

Steven Sinofsky, presidente da divisão Windows e Windows Live da Microsoft, afirma no blogue oficial da multinacional que com o grande aumento da quantidade de informação armazenada localmente, em múltiplos formatos e com ficheiros pesados, nomeadamente de fotos, música e vídeo, estas operações comuns tornaram-se mais difíceis.

Sinofsky salienta que este á um primeiro post sobre o Windows 8 e sobre aquela que é de longe uma das mais utilizadas funcionalidades, que representa metade do uso total de comandos no Windows Explorer da última versão (7) daquele sistema operativo.

Assinala que esta é uma de muitas funcionalidades que serão melhoradas na próxima versão do Windows, mas que era preciso começar por comunicar alguma coisa que pudesse ser divulgada.

A Microsoft destaca que as versões existentes do Windows Explorer já estão preparadas para os «copy jobs», mas se é verdade que em metade dos casos estas operações não demoram mais de 10 segundos a completar, muitas pessoas fazem-no com ficheiros mais pesados, que em um quinto dos casos levam mais de dois minutos a concluir.

Ultimamente, verifica-se que 5,61% dos designados na generalidade por «copy jobs» falham pelas mais diferentes razões, nalguns casos porque os utilizadores acabam por cancelar a operação.

Observa que as versões que até agora saíram do Windows Explorer não estavam optimizadas para aquele tipo de tarefas com ficheiros maiores e que há agora claramente a possibilidade de melhorar a experiência com ficheiros mais pesados e incompatibilidades de nome de ficheiros na nova versão do Windows.

A multinacional de software indica que no Windows 8 são feitas melhorias para tornar mais fácil a gestão dos «copy jobs», e que haverá a possibilidade de fazer pausa ou parar operações para o utilizador decidir qual das operações em curso terminará primeiro.

Cada operação passará a especificar a velocidade de transferência dos dados e o tempo que falta para a operação e o Windows 8 terá uma ferramenta que permite facilmente saber o que se está a passar com uma destas operações.

Sinofsky adianta, ainda, que o Windows 8 trará também melhorias nos diálogos para a resolução de conflitos.

Ainda sem comentários