Receitas venda servidores cresceram 19,5% no segundo trimestre

Publicado em 28/08/2011 23:11 em Equipamentos

As receitas mundiais de venda de servidores aumentaram 19,5% homólogos no segundo trimestre de 2011, para 13 241,3 milhões de dólares (9 133,8 milhões de euros), estima a consultora e analista de mercado Gartner.

Jeffrey Hewitt, vice-presidente da Gartner, citado em comunicado, indica que todas as regiões apresentaram um crescimento homólogo (face ao mesmo período do ano anterior) no segundo trimestre, tanto em número de servidores vendidos como em facturação, embora o mercado continue a situar-se abaixo dos níveis de 2008, anteriores à quebra de vendas.

Acrescentou que as vendas de servidores com processadores x86 cresceram 8,4% em número e 17,7% em valor, as de servidores RISC/Itanium/Unix diminuíram 8,5% em unidades mas subiram 4,3% em receitas e ás de outro tipo de processadores, especialmente «mainframes» (computadores de grande capacidade) aumentaram 48,8%.

A Ásia/Pacífico foi a região que cresceu mais em número de unidades vendidas (25,6%) e o maior aumento de receitas, de 59,5% verificou-se no Japão, na mesma região.

A HP manteve a liderança do mercado de servidores no segundo trimestre, com receitas de 3 947,1 milhões de dólares (mais 11,4% do que em igual período de 2010) e uma quota de 29,8% (menos 2,2 pontos percentuais), vendo a IBM aproximar-se, com vendas de 3 793,7 milhões de dólares (mais 23,9%) e uma participação de 28,7% no mercado, um aumento de 1,1 pontos percentuais (pp).

As receitas de servidores da Dell totalizaram 1 882,5 milhões de dólares (mais 4,4%) e a quota de mercado reduziu-se 2,1 pontos percentuais, para 14,2%.

A Oracle vendeu 937,0 milhões de dólares (mais 0,8%) e perdeu 1,3 pontos de quota, para 7,1%, e a Fujitsu foi a marca que mais cresceu (136,7%), para 837,0 milhões de dólares, ficando com 6,3% de quota de mercado, quase o dobro de um ano antes.

Os cinco principais fabricantes detêm em conjunto mais de 86% do mercado mundial.

Ainda sem comentários